Alimentação e Nutrição: perspectivas na segurança e soberania alimentar

por / quinta-feira, 18 novembro 2021 / Categoria Cond. da Saúde, Notícias, População e Saúde, Prospecção Estratégica

O cenário de fome e insegurança alimentar agravado no Brasil e no mundo pela pandemia de Covid-19 é o mote do seminário on-line “Alimentação e Nutrição: perspectivas na segurança e soberania alimentar”, que integra a série de debates “O Brasil depois da pandemia”, promovida pela iniciativa Brasil Saúde Amanhã com o apoio da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030. Nos dias 29 e 30 de novembro, das 10h às 12h, a programação percorrerá sete temas: transformações na agricultura brasileira e os desafios para a segurança alimentar e nutricional no século XXI; sistemas alimentares, desigualdades e Saúde no Brasil: desafios para a transição rumo à sustentabilidade e promoção da alimentação adequada e saudável; políticas públicas para soberania e segurança alimentar no Brasil: conquistas, desmontes e desafios para uma (re)construção; o sistema agroalimentar global face a uma nova fronteira tecnológica e a novas dinâmicas geopolíticas; aproximação das externalidades dos sistemas alimentares no Brasil; variação do consumo alimentar e impacto ambiental e econômico no Brasil; e evolução da má-nutrição na população brasileira. O evento será transmitido ao vivo no  canal da VideoSaude Distribuidora da Fiocruz no YouTube. Assista em www.saudeamanha.fiocruz.br.

“A eliminação da fome e da desnutrição está materializada nos objetivos do desenvolvimento sustentável propostos pelas Nações Unidas, ao mesmo tempo em que a fome e a desnutrição crescem no Brasil e no mundo – cenário que já acontecia, mas foi agravado com a pandemia da Covid-19. Um relatório feito por uma comissão do jornal científico The Lancet aponta a sindemia, obesidade, desnutrição e mudanças climáticas como o maior desafio para humanidade, o meio ambiente e o nosso planeta. É com este pano de fundo que pretendemos encontrar os caminhos, entendendo os desafios diante de nós, para garantir a segurança e a soberania alimentar, hoje e no futuro”, adianta o economista Gustavo Noronha, pesquisador do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), que organiza o seminário junto à iniciativa Brasil Saúde Amanhã.

Programação:

Dia 29/11 (segunda-feira)
Das 10h às 12h

Abertura
Paulo Gadelha, coordenador da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030

O sistema agroalimentar global face a uma nova fronteira tecnológica e às novas dinâmicas geopolíticas e de demanda
John WilkinsonUniversidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Transformações na agricultura brasileira e os desafios para a segurança alimentar e nutricional no século XXI
Georges Gérard FlexorUniversidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Políticas públicas para soberania e segurança alimentar no Brasil: conquistas, desmontes e desafios para uma (re)construção
Silvia ZimmermannUniversidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

Debate

Dia 30/11 (terça-feira)
Das 10h às 12h

Evolução da má-nutrição na população brasileira
Rosângela Alves Pereira – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Sistemas alimentares, desigualdades e saúde no Brasil: desafios para a transição rumo à sustentabilidade e promoção da alimentação adequada e saudável
Renato Sergio Jamil Maluf – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Variação do consumo alimentar e impacto ambiental e econômico no Brasil
Rosely Sichieri – Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj)

As externalidades na produção de alimentos e a construção de um amanhã
Gustavo Souto de Noronha – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA)

Debate

TOP