Publicação analisa dados referentes às vendas dos produtos pelos estabelecimentos farmacêuticos credenciados de 2006 a 2019, visando dimensionar os valores de copagamento dos usuários da rede conveniada ao Programa.

Leia na íntegra.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) acaba de lançar uma pesquisa pública sem precedentes para obter ideias a respeito dos principais desafios que, atualmente, ameaçam a paz em todo o mundo, bem como acerca das soluções necessárias para enfrentá-los.

Diante dos diferentes projetos de reforma do sistema tributário em circulação no Congresso Nacional, a iniciativa Brasil Saúde Amanhã promove o seminário on-line “Reforma Tributária e Financiamento da Saúde”, dia 14 de setembro, das 10h às 12h30. O evento, que será transmitido pelo canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no YouTube, reunirá pesquisadores e parlamentares para

sexta-feira, 14, agosto , 2020 por

Os resultados de um estudo que apurou as fontes de financiamento da Saúde, a origem dos recursos empregados e os gastos com produtos e serviços, a fim de compreender a relação do público e do privado na área, foram o mote do seminário on-line “Espaço fiscal e fluxos financeiros no setor da Saúde”, promovido dia 10 de agosto pela rede Brasil Saúde Amanhã. O evento foi pautado pelo recente Texto para Discussão da iniciativa – TD nº 43, “Os fluxos financeiros no financiamento e no gasto em Saúde no Brasil”, dos autores Fernando Gaiger Silveira, Gustavo Souto de Noronha, Francisco Funcia, Roberto Luís Olinto Ramos, Ricardo Montes de Moraes, Leonardo Costa de Castro e José Carvalho de Noronha. “Convidamos sanitaristas e economistas para debater os mecanismos de financiamento setorial apurados na pesquisa que resultou na publicação do TD nº 43, com o objetivo de apontar caminhos viáveis para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) no horizonte dos próximos 20 anos”, enfatizou o coordenador executivo da iniciativa Brasil Saúde Amanhã, José Carvalho de Noronha, pesquisador do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz).

Nota técnica trata os aspectos ligados à dimensão territorial da pandemia nas metrópoles brasileiras, reconhecendo a relação existente entre contaminação, infraestrutura e densidade demográfica para identificar os territórios mais propensos à disseminação da Covid-19.

Leia na íntegra.

Artigo publicado na Revista Cadernos de Saúde Pública visa extrair reflexões da crise do Estado brasileiro e busca compreender os condicionantes e desafios da coordenação de políticas públicas e do Sistema Único de Saúde (SUS) durante a pandemia

Leia na íntegra.

Os pesquisadores apontam o uso intensivo de tecnologias da informação e comunicação (TICs) como um dos fatores para os melhores resultados no controle da disseminação do novo coronavírus em alguns países asiáticos.  

Leia na íntegra.

O documento “Prevenir a Próxima Pandemia: Doenças Zoonóticas e Como Quebrar a Cadeia de Transmissão” foi desenvolvido pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente em parceria com o Instituto Internacional de Pesquisa Pecuária.

Leia na íntegra.

A biotecnologia farmacêutica abriu oportunidade para o tratamento de doenças raras e complexas, e tornou-se estratégica para as políticas de inovação em diversos países, incluindo o Brasil. A vocação científica brasileira para a biologia molecular e genômica suscitou uma série de políticas públicas para internalizar a capacidade produtiva específica, a fim de avançar no desenvolvimento de produtos inovadores.

Leia na íntegra.

Economistas e sanitaristas participam, na próxima segunda-feira, 10 de agosto, às 10h, do seminário virtual “Espaço fiscal e fluxos financeiros no setor da Saúde”, promovido pela iniciativa Brasil Saúde Amanhã, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O evento é pautado pelo mais recente Texto para Discussão da rede Brasil Saúde Amanhã: “Os fluxos financeiros no financiamento e no gasto em Saúde no Brasil”, de Fernando Gaiger Silveira, Gustavo Souto de Noronha, Francisco R. Funcia, Roberto Luís Olinto Ramos, Ricardo Montes de Moraes, Leonardo Costa de Castro e José Carvalho de Noronha. O debate propõe a reflexão sobre os mecanismos financeiros dos setores público e privado da Saúde, na busca de respostas para as seguintes questões: quem financia a Saúde brasileira e como? Em que se gasta e por meio de quem? A transmissão on-line será feita pelo canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no YouTube. Assista em www.saudeamanha.fiocruz.br.

Página 2 de 92
TOP