Solidariedade para o desenvolvimento sustentável

por / segunda-feira, 07 agosto 2017 / Categoria Desenv. e Saúde, Notícias, Todos

A sabedoria, a experiência, a energia e os ideais dos anciãos e dos jovens são vitais para a realização dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs), disse na terça-feira (1) o secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmando que juntos eles podem ajudar a quebrar os ciclos de pobreza que têm durado gerações.

“Os jovens e as pessoas mais idosas nesta sala têm sabedoria, experiência, energia e ideais”, disse o chefe da ONU em sua mensagem de vídeo para um evento especial na sede da ONU. O tema também foi abordado pela recém-nomeada enviada especial para a juventude, Jayathma Wickramanayake, e pelo presidente da Assembleia Geral, Peter Thomson.

O evento teve como objetivo aumentar a conscientização sobre o papel valioso que os jovens e idosos podem desempenhar, juntos, na implementação dos ODSs — metas abrangentes de desenvolvimento acordadas por mais de 190 países em 2015 para garantir o crescimento e proteger as pessoas e o planeta.

Thomson, já com quase 70 anos, falou sobre sua própria juventude crescendo na ilha de Fiji, antes que as ilhas de plástico e o aquecimento dos oceanos começassem a ameaçar sua própria existência.

“Vamos garantir que todas as pessoas, jovens e idosas, se reconheçam como donos, pilotos e beneficiários dos ODSs […] Como avô, eu me importo com toda minha essência que deixemos um mundo sustentável para nossos netos e aqueles que virão depois”, declarou.

Wickramanayake, que tem 26 anos, enfatizou que “construir pontes para diferentes gerações trabalharem juntas em um relacionamento mutuamente empoderador é um dos fatores mais importantes que afetam a implementação dos ODSs”.

“É preciso reconhecer que as gerações não funcionam de forma binária”, disse. “A solidariedade entre as gerações é fundamental para o desenvolvimento social e, para isso, exigimos novas abordagens na força de trabalho, na educação e no desenvolvimento socioeconômico. As populações em envelhecimento devem trabalhar com populações mais jovens para promover relações e parcerias intergeracionais bem-sucedidas e recíprocas, que estarão no cerne de toda sociedade bem integrada”.

 

 

Fonte: ONU Brasil

TOP