TD 06 – ESTRUTURA ATUAL E ESTIMATIVAS FUTURAS DA FORÇA DE TRABALHO EM MEDICINA, ENFERMAGEM E ODONTOLOGIA NO BRASIL 2000 a 2030

Autores


Lucas Wan Der Maas

Cristiana Leite Carvalho

Celia Regina Pierantoni

Sabado Nicolau Girardi

Resumo

Neste Texto de Discussão apresenta-se uma versão sumarizada da aplicação do “Método das Componentes Demográficas” para estimação do quantitativo de médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas no Brasil entre 2010 e 2030, por quinquênio. Tal aplicação foi feita tomando como base a oferta de profissionais para o mercado de trabalho disponível no país em 2010 e os eventos de entrada e saída da força de trabalho esperados para o futuro. Também foi realizada tendo como referência a estrutura atual dessas profissões, isto é, a tendência pregressa observada na década anterior no que se refere ao estoque, composição demográfica e fluxos nos cursos de formação. Para cada uma das profissões, desenharam-se cenários hipotéticos nos quais os estoques futuros de profissionais são adequados de acordo com a aplicação de regulações no setor por meio de políticas públicas ou de alterações nos escopos de prática.

BAIXE O PDF COMPLETO, CLIQUE AQUI