Agenda 2030 e o olhar estratégico para o futuro

segunda-feira, 18, setembro , 2017 por

O Brasil caminha a passos lentos para o cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, o conjunto de metas assumidas em 2015 pelos 193 países signatários das Nações Unidas, cujo objetivo é integrar o desenvolvimento econômico, o social e a sustentabilidade, em âmbito global, nacional e local. Ainda assim, o compromisso representa oportunidade ímpar para discutir – e defender – a universalidade e a equidade de políticas sociais, dentre elas, o Sistema Único de Saúde (SUS). Essas são algumas das conclusões do seminário “Saúde, Ambiente e Desenvolvimento Sustentável”, promovido pela rede Brasil Saúde Amanhã nos dias 11 e 12 de setembro, no Salão de Leitura da Biblioteca de Manguinhos, na Fiocruz. O evento reuniu pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e de diversas unidades e áreas estratégicas da Fiocruz, dentre eles três ex-presidentes da Fundação, em torno de quatro painéis temáticos: Desenvolvimento e Sustentabilidade; Saúde, Ambiente e Sustentabilidade; Desenvolvimento, Saúde e Proteção Social; e Perspectivas e Desafios da Agenda 2030.

O papel do setor Saúde no desenvolvimento do país e os desafios colocados para o Brasil pela Agenda 2030 das Nações Unidas estão em pauta na Fiocruz, dias 11 e 12 de setembro, durante o seminário “Saúde Ambiente e Desenvolvimento Sustentável”, promovido pela rede Brasil Saúde Amanhã. Nesta entrevista, o economista Carlos Gadelha, coordenador das Ações de Prospecção da Fiocruz, analisa o contexto global e nacional e afirma: “O Sistema Único de Saúde (SUS) e o Complexo Econômico e Industrial da Saúde (CEIS) são as pré-condições – ou as únicas oportunidades – para que o Brasil atinja os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030. Eles não são problemas para o país. São parte indispensável da solução. Sem o SUS, não há desenvolvimento sustentável”. Nesta segunda-feira, o pesquisador do Grupo de Inovação em Saúde da Fiocruz participa do primeiro painel de debates, “Desenvolvimento e Sustentabilidade”. Acompanhe o seminário “Saúde Ambiente e Desenvolvimento Sustentável” em Saúde Amanhã.






Agenda 2030: IBGE discute indicadores

segunda-feira, 28, agosto , 2017 por

O IBGE começou, este mês, a articular os encontros dos Grupos de Trabalho para construção dos indicadores globais e nacionais para mensuração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pelas Nações Unidas. Cada um dos 17 Grupos terá um coordenador do instituto, que será responsável por convocar e por alinhar os pontos focais dos cerca de 70 órgãos públicos federais envolvidos com as temáticas dos Objetivos. A iniciativa é da Comissão Nacional para os ODS, que tem o IBGE e o Ipea como assessores técnicos permanentes, e é composta por 16 representantes, sendo oito governamentais e oito da sociedade civil. O Brasil foi o primeiro país latino-americano a ter uma comissão paritária sobre o assunto.






A Agenda 2030 e o futuro do Brasil e da Saúde

quarta-feira, 23, agosto , 2017 por

“Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades”. “Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos. “Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos”. “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”.

Para onde caminha o SUS?

segunda-feira, 21, agosto , 2017 por

Os caminhos do Sistema Único de Saúde foram o tema do mais recente Fórum Permanente de Políticas Públicas e Cidadania, na terça-feira, 8 de agosto, do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas da Unicamp. O encontro contou com a presença do presidente da Abrasco, professor Gastão Wagner e ainda de representantes do CONASS, CONASEMS e da academia, foram duas palestras e uma mesa redonda para discussão.






Lançamento coletivo da Editora Fiocruz

segunda-feira, 14, agosto , 2017 por

A Editora Fiocruz prepara outro lançamento coletivo. Desta vez, será no dia 16 de agosto, próxima quarta-feira, às 19h. Ao todo, serão lançados nove livros, dentre eles “Brasil Saúde Amanhã: complexo econômico-industrial da saúde”, organizado por Carlos Augusto Grabois Gadelha, Paulo Gadelha, Telma Ruth Pereira e José Noronha, pesquisador do Laboratório de Informação em Saúde (LIS), do Icict.






Futuras ondas epidêmicas do vírus, que colocarão outras pessoas em risco, continuam prováveis






Agenda 2030

segunda-feira, 03, julho , 2017 por

Brasil cria Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável






Olhar multidisciplinar sobre o futuro

terça-feira, 27, junho , 2017 por

Que país queremos construir? Quais passos são necessários para alcançar o patamar desejado? Qual deve ser o papel do Brasil no mundo? Essas são algumas das questões que precisam ser consideradas no planejamento estratégico de políticas públicas de longo prazo. Elas são o ponto de partida para o livro “Brasil 2035: Cenários para o Desenvolvimento”






Zika: um olhar para o longo prazo

segunda-feira, 26, junho , 2017 por

Plataforma investiga consequências da infecção na gestação, parto, puericultura e juventude, por um período inicial estimado de 30 anos.






Página 2 de 8
TOP