O Brasil atingiu antecipadamente o Objetivo de Desenvolvimento do Milênio (ODM) relativo à redução da mortalidade na infância, que contabiliza os óbitos de crianças na faixa de 0 a 5 anos. É o que mostra o 5º Relatório Nacional de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, lançadono ultimo dia 23 de maio. Segundo o documento, o país também superou a meta de cobertura de rede de esgoto, bem como de abastecimento de água.

Novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado em maio, aponta que, entre 1990 e 2013, o Brasil reduziu em 43% a proporção de mortes de mulheres vítimas de complicações durante a gravidez ou o parto. No período, a taxa de mortalidade caiu de 120 mães por 100 mil nascidos vivos, em 1990, para 69 mães por 100 mil nascidos vivos em 2013. A mesma tendência foi observada em outros países. Apesar do avanço, a OMS prevê que nem todos os países devem conseguir cumprir as metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.






Doenças mentais sérias podem encurtar a vida em até vinte anos. Esse número é equivalente ou até pior do que a queda na expectativa de vida decorrente do tabagismo, revelou um estudo da Universidade de Oxford, na Inglaterra, publicado nesta quinta-feira no periódico World Psychiatry.






O consumo de álcool no Brasil supera a média mundial e apresenta taxas superiores a mais de 140 países. A conclusão é da Organização Mundial da Saúde (OMS), que em maio divulgou novo estudo sobre o tema. Em entrevista ao Estadão, a pesquisadora da UERJ Maria Thereza Aquino afirma que os dados refletem a cultura brasileira. “A cachaça aparece em músicas de carnaval, e seu consumo é banalizado. Estar bêbado é visto como engraçado, não como sintoma de uma doença”






Obesidade para de crescer no Brasil

quarta-feira, 21, maio , 2014 por

Pela primeira vez em oito anos consecutivos, o percentual de excesso de peso e de obesidade se manteve estável no país. A conclusão é da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico – Vigitel 2013, apresentada em abril pelo Ministério da Saúde. O levantamento indica que 50,8% dos brasileiros estão acima do peso ideal e que, destes, 17,5% são obesos. Os resultados do estudo cessam a média de crescimento de 1,3 ponto percentual ao ano, que vinha sendo registrada desde a primeira edição da pesquisa, realizada em 2006.






Página 12 de 12
TOP