Tendências epidemiológicas, mortes por causas externas e emergências sanitárias foram a tônica do seminário on-line “O Brasil depois da pandemia – Riscos, adoecimento e morte no século XXI: desafios para o sistema de Saúde”, promovido pela iniciativa Brasil Saúde Amanhã no dia 17 de maio. Leia a cobertura do evento.

Três livros da iniciativa Brasil Saúde Amanhã que abordam tendências futuras para o país e o sistema de saúde estão agora disponíveis em acesso aberto na plataforma SciELO Livros. Inicialmente lançados pela Editora Fiocruz, os volumes Brasil Saúde Amanhã: complexo econômico-industrial da saúde, Brasil Saúde Amanhã: dimensões para o planejamento da atenção à saúde e Brasil Saúde Amanhã: população, economia e gestão juntam-se ao acervo on-line do projeto.

Pensar a Saúde como eixo central da recuperação econômica e social no cenário ainda incerto após a crise sanitária foi o mote do seminário on-line “O Brasil depois da pandemia: horizontes econômicos no mundo e no Brasil e o Complexo da Saúde”, promovido no dia 29 de março pela iniciativa Brasil Saúde Amanhã, no âmbito da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030. O evento foi transmitido pela VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz. Leia a cobertura completa do evento.

A prospecção de cenários futuros para o Brasil e o setor Saúde, com o olhar em 2040, foi o mote do seminário on-line “Pensando o Futuro da Saúde no Brasil: População, Segurança Alimentar e Desigualdades”, promovido nesta terça-feira, 15 de dezembro, pela rede Brasil Saúde Amanhã, iniciativa pioneira da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para a

Dezenas de municípios e estados, de Norte a Sul do país, têm projetos criativos e inovadores no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) totalmente voltados para a promoção da saúde da pessoa idosa. Pela primeira vez, esses projetos foram reunidos e analisados numa obra única, o livro Boas práticas na gestão de saúde da pessoa idosa – Políticas públicas e promoção da saúde na prática do SUS, que reúne 11 estudos realizados por 24 especialistas em Saúde Pública da Fiocruz num esforço do Laboratório do Grupo de Informação em Saúde e Envelhecimento da Fiocruz (Gise/Fiocruz) e da Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa do Ministério da Saúde (Cosapi/Dapes/Saps/MS).

sexta-feira, 16, outubro , 2020 por

No Dia Mundial da Pessoa Idosa, a OMS lançou o primeiro portal que reúne em um só lugar dados sobre indicadores globais para monitoramento da saúde e do bem-estar de pessoas com 60 anos ou mais. Há dados para indicadores como: porcentagem de idosos com 60 anos ou mais; expectativa de vida saudável aos 60 anos;

Nota técnica trata os aspectos ligados à dimensão territorial da pandemia nas metrópoles brasileiras, reconhecendo a relação existente entre contaminação, infraestrutura e densidade demográfica para identificar os territórios mais propensos à disseminação da Covid-19.

Leia na íntegra.

Os pesquisadores apontam o uso intensivo de tecnologias da informação e comunicação (TICs) como um dos fatores para os melhores resultados no controle da disseminação do novo coronavírus em alguns países asiáticos.  

Leia na íntegra.

O documento produzido pelo sistema MonitoraCovid-19, da Fiocruz, tem o intuito de contribuir no enfrentamento da Covid-19, adicionando uma perspectiva regional de planejamento.

Leia na íntegra.

Nota técnica estima quantos são e onde moram os mais vulneráveis com maior dificuldade de acessar equipamentos de saúde e aponta os estabelecimentos que terão maior estrangulamento de demanda com base na capacidade de oferta de leitos de UTI.

Leia na íntegra.

Página 1 de 15
TOP