Em Texto para Discussão do Ipea, Samuel Alves Soares e autores apresentam um levantamento bibliográfico acerca de métodos e técnicas de prospectiva, com o propósito de atualizar o debate e colocar em evidência as abordagens mais contemporâneas da área.

Leia na íntegra.

Disponível em Inglês, o relatório “Panorama Global de Substâncias Químicas II: De legados a soluções inovadoras – Implementando a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável” foi preparado pela ONU Meio Ambiente ao longo dos últimos três anos por meio de um processo envolvendo mais de 400 cientistas e especialistas de todo o mundo. O relatório completo será lançado em 1º de abril de 2019 na terceira reunião do Grupo de Trabalho Aberto para a Abordagem Estratégica da Gestão de Químicos, no Uruguai.

Leia na íntegra.






Editorias

Texto para Discussão do Ipea, de autoria de Luciana Jaccoud e Fabiola Sulpino Vieira, analisa a mudança ocorrida em 2017 sobre a forma como são feitos os repasses federais no SUS. O estudo sublinha que os resultados da descentralização podem ser negativos para a eficiência na gestão e a equidade no acesso aos serviços de saúde. Enfatiza, ainda, a relevância dos arranjos e mecanismos de coordenação para a melhoria do resultado da política de saúde e da efetividade na gestão dos sistemas.

Leia na íntegra.






Trabalhar temas transversais é um desafio para qualquer organização. Mesmo que tradicionalmente exista uma tendência à organização do trabalho a partir de objetivos específicos e funções circunscritas a departamentos, há um conjunto de temas e atividades que devem perpassar todas as áreas da instituição, seja por sua natureza ampla, seja porque são estratégicos para o alcance de objetivos comuns. Os temas transversais da OPAS/OMS ampliam esse desafio, pois tratam de aspectos essenciais para o seu mandato, como a promoção dos direitos humanos, da equidade em saúde e da inclusão da perspectiva de gênero e de etnicidade e raça no conjunto de suas ações, tendo como propósito a promoção da justiça social, a redução de iniquidades e o combate a todas as formas de discriminação. Para enfrentar esse desafio, a OPAS/OMS estabeleceu uma área programática específica no seu Plano Estratégico 2014-2019. A implementação dessa área programática e de seus respectivos objetivos e indicadores pressupõe a definição de ações práticas e de compromisso de diversas pessoas na Organização.

Leia na íntegra.






A distância que nos une

quinta-feira, 19, outubro , 2017 por

No mundo, oito pessoas detém o mesmo patrimônio que a metade mais pobre da população. Ao mesmo tempo, mais de 700 milhões de pessoas vivem com menos de US$ 1,90 por dia. No Brasil, a situação é pior: apenas seis pessoas possuem riqueza equivalente ao patrimônio dos 100 milhões de brasileiros mais pobres. E mais: os 5% mais ricos detém a mesma fatia de renda que os demais 95%. Nesse cenário de desigualdades, a Oxfam Brasil lança o relatório “A distância que nos une”.

Leia na íntegra.






A reforma deformada

segunda-feira, 10, julho , 2017 por

Em artigo publicado no periódico Cadernos de Saúde Pública, o demógrafo Antônio Tadeu Ribeiro de Oliveira, pesquisador do IBGE e colaborador da rede Brasil Saúde Amanhã, aponta paradoxos e distorções em argumentos que defendem a Reforma da Previdência.

Leia na íntegra.






Panorama Social da América Latina 2016

terça-feira, 20, junho , 2017 por

Publicado pela Cepal, o documento informativo aponta as desigualdades sociais como principal obstáculo ao desenvolvimento sustentável na América Latina. A publicação aborda questões de gênero, idade, etnia e a evolução do gasto social para o financiamento de políticas públicas.

Leia na íntegra.






Brasil 2035: cenários para o desenvolvimento

segunda-feira, 12, junho , 2017 por

Como se preparar para os rumos futuros do Brasil? Com o objetivo de apresentar cenários e perspectivas que possibilitem subsidiar os tomadores de decisão na formulação de estratégias de desenvolvimento para o país,
o Ipea e a Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Planejamento e Orçamento (Assecor) lançaram
o livro Brasil 2035: cenários para o desenvolvimento. O capítulo 21, dedicado ao setor Saúde, traz resultados do projeto Brasil Saúde Amanhã.

Leia na íntegra






A edição de abril de 2017 da Revista Ciência e Saúde Coletiva traz o editorial “Desigualdades regionais, federalismo cooperativo e desafios do SUS”, de José Mendes Ribeiro e Marcelo Rasga Moreira, e diversos artigos sobre o tema, incluindo resultados da pesquisa Região e Redes.

Leia na íntegra






O presidente da Abrasco, professor Gastão Wagner de Sousa Campos, reflete sobre os avanços e os problemas do SUS, bem como os significados da crise atual e os desafios da formação e pesquisa em Saúde Coletiva e na área de Políticas, Planejamento e Gestão em Saúde. Gastão vai além e propõe o SUS Brasil – “Uma utopia possível?” pergunta.

Leia na íntegra






Página 1 de 5
TOP