Busca - Saúde Amanhã - Page 2

Pela radicalização da democracia

segunda-feira, 29, agosto , 2016 por

“A construção de uma visão nacional sobre o futuro que queremos só poderá ser feita a partir da radicalização da democracia e da ampliação dos meios de participação social”. A avaliação é da economista Mayra Juruá de Oliveira, assessora do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), que em julho participou do seminário “Iniciativas em Prospecção Estratégica Governamental no Brasil”, promovido pela rede Brasil Saúde Amanhã, na Fiocruz. Nesta entrevista, a pesquisadora apresenta metodologias aplicadas em estudos prospectivos de futuro e comenta os impasses enfrentados pelas iniciativas que buscam instrumentalizar políticas públicas, especialmente na área de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde.

Democracia como processo de desenvolvimento

sexta-feira, 22, julho , 2016 por

“A democracia não é linear, não é um fim em si. É um processo”. A avaliação é da socióloga Nísia Trindade Lima, vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz. Nesta entrevista, ela aponta como o fortalecimento da democracia brasileira pode impactar positivamente o aprimoramento do Sistema Único de Saúde (SUS), na perspectiva da universalidade, equidade e integralidade.

Democracia para superar a injustiça ambiental

segunda-feira, 04, julho , 2016 por

“Precisamos desnaturalizar o tema dos desastres ambientais e reconhecer a determinação social desses eventos”, alerta Marcelo Firpo Porto, pesquisador do Centro de Estudos em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz). Nesta entrevista, ele analisa as perspectivas futuras para o Brasil e o sistema de saúde a partir do conceito de “injustiça ambiental”, decorrente das profundas desigualdades sociais do país.

O futuro pertence à estratégia

segunda-feira, 28, março , 2016 por

O livro “Megatendências Mundiais 2030”, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), apresenta os resultados de 17 estudos desenvolvidos por diferentes instituições, que abordam 788 temas que sinalizam possibilidades de futuro – as chamadas de sementes de futuro. Em entrevista, a organizadora da obra, Elaine Coutinho Marcial, discute os impactos do aumento da expectativa de vida, do nível educacional e da intensificação das mudanças climáticas sobre o setor Saúde nas próximas décadas.

Página 2 de 2
TOP