Autores: ALLEMANI, C. et al.

Ano: 2014

O peso global do câncer está crescendo, em especial nos país de baixa e média renda. A prevenção a longo prazo é crucial. Porém, os dados mundiais sobre a sobrevivência ao câncer são escassos. Assim, o CONCORD-2 foi projetado com o objetivo de iniciar um acompanhamento mundial, a longo prazo, dessa sobrevivência por meio de uma análise centralizada de bases, as mais amplas possível. A intenção é permitir uma comparação global que possa cooperar com a política global de saúde e os sistemas de saúde.

Leia na íntegra

Autores: BUSS, P.M, MAGALHÃES, D.P., SETTI, A.F.F. et al.

Ano: 2014

Aborda a saúde em agendas do tipo: Agenda do Milênio (2000-2015), Agenda do Desenvolvimento pós-2015 e Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Destaca a sua presença em documentos, como os produzidos pela Rio+20 e Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU) de 2012. Chama a atenção para divergências entre os que defendem a cobertura universal em saúde como ODS e os que entendem que o ODS Saúde deveria ser mais amplo. Propõe mudanças nas metas do ODS Saúde incorporando questões de saúde pública, entre outras.

Leia na íntegra






IBGE

Ano: 2014

O tema Saúde já foi abordado anteriormente, em suplementos da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD). Esse trabalho regular sobre o tema, que se iniciou em 1998, propiciou a Pesquisa Nacional de Saúde – PNS 2013 que é o primeiro volume de uma série que será publicada pelo IBGE. Contém a descrição da pesquisa, a análise dos resultados, tabelas informativas sobre a percepção do estado de saúde, entre outras informações relevantes para o conhecimento da situação da saúde da população brasileira.

Leia na íntegra






Autores: LIMA, L. et al.

Ano: 2012

Aborda o processo de regionalização da saúde nos estados brasileiros no período de 2007 a 2010, para identificar as condições que favorecem ou dificultam esse processo. Utilizou-se o referencial de análise de políticas públicas e, particularmente, do institucionalismo histórico.

Leia na íntegra






Autores: VARGAS M. et al.

Ano: 2012

A consolidação da produção de medicamentos genéricos na última década proporcionou um aumento da participação de empresas nacionais no mercado farmacêutico. Entretanto, importantes gargalos estruturais revelam a vulnerabilidade do Sistema Nacional de Saúde e apontam para a importância da criação de políticas públicas que articulem o desenvolvimento da base produtiva e da inovação na indústria farmacêutica com o atendimento das demandas sociais relativas à saúde no país.

Leia na íntegra






Editorias

Autores: COLEMAN, M.P. et al.

Ano: 2008

A sobrevivência ao câncer varia muito entre os países. O estudo CONCORD propõe a primeira análise de carácter mundial sobre o assunto, com padrões de procedimentos e métodos idênticos de análise, para todas as bases. O estudo começou em 1999 como uma extensão do estudo EUROCARE-3 que teve, originalmente, foco em adultos com idades entre 15 e 99 anos diagnosticados com câncer de: mama (mulheres), colo e reto, ou próstata, durante o período de 1990-94, na Europa e nos Estados Unidos.

Leia na íntegra






Página 4 de 4
TOP