O Brasil tem acordos para vacina de Covid-19 com diversos potenciais fornecedores. Refiro-me a “potenciais”, pois ainda não temos nenhuma vacina que tenha completados os testes de Fase 3 e tenha sido aprovada em seu país de origem nem no Brasil pela Anvisa. A Fiocruz estabeleceu acordo com a vacina da AstraZeneca/ Universidade de Oxford; o Instituto Butantã está em acordos com a empresa chinesa CanSino Biologics; o Instituto Tecnológico do Paraná (TECPAR) anunciou entendimentos com o Instituto Gamaleya, do governo da Rússia, e o Governo Federal anunciou adesão à iniciativa COVAX, iniciativa que está prometendo fornecer vacinas de diversos potenciais produtores. Com essas perspectivas, esperamos, no futuro próximo, ter disponibilidade de vacinas de mais de uma fonte e em quantitativos suficientes para atender todas nossas necessidades ao longo de 2021. Não há nenhuma garantia absoluta, pois ainda não há vacina aprovada, mas esperamos que os resultados dos ensaios clínicos correspondam às nossas expectativas.

sexta-feira, 16, outubro , 2020 por

No Dia Mundial da Pessoa Idosa, a OMS lançou o primeiro portal que reúne em um só lugar dados sobre indicadores globais para monitoramento da saúde e do bem-estar de pessoas com 60 anos ou mais. Há dados para indicadores como: porcentagem de idosos com 60 anos ou mais; expectativa de vida saudável aos 60 anos;

Relatório evidencia que o acesso às estratégias de ensino a distância é desigual, o que pode exacerbar ainda mais as lacunas educacionais existentes.

Leia na íntegra.

O IBGE lança hoje (21) o Painel Covid-19 Síntese por Município, com mapas interativos que permitem selecionar uma localidade de interesse e visualizar, em um único ambiente, 24 indicadores para o planejamento de ações de apoio contra a pandemia para todos os 5.570 municípios do país. A plataforma está disponível no hotsite covid19.ibge.gov.br.

CEE/Fiocruz divulga pesquisa sobre acesso da população às tecnologias atuais e possibilidades de incorporação de novos recursos nos próximos 30 anos.

Leia na íntegra.

Publicação investiga efeitos da unificação dos pisos constitucionais de gastos em Saúde e Educação dos entes federados, contribuindo para o debate público sobre iniciativas legislativas

Leia na íntegra.

Revolução digital e transformações na Saúde

quarta-feira, 30, setembro , 2020 por

Inteligência artificial, big data, internet das coisas e outras tecnologias que promovem mudanças nas formas como as sociedades se organizam foram pauta do seminário on-line “Revolução Digital e Saúde: Contextos, Aplicações, Riscos”, realizado no dia 24 de setembro pela Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030 com o apoio da iniciativa Brasil Saúde Amanhã. O evento foi transmitido em tempo real pelo canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no YouTube e contou com a mediação do pesquisador Marcelo Fornazin, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz).

MediaLab, da UFRJ, publica relatório da pesquisa “Economia Psíquica dos Algoritmos: racionalidade, subjetividade e conduta em plataformas digitais”

Leia na íntegra.

Os desafios da transformação digital para a Saúde Pública estão em pauta nesta quinta-feira, 24 de setembro, durante o seminário on-line “Revolução Digital e Saúde: contextos, aplicações, riscos”, promovido pela Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030, com o apoio da iniciativa Brasil Saúde Amanhã. O evento será realizado das 16h às 18h30, com transmissão on-line

Um panorama dos projetos de Reforma Tributária em tramitação no Congresso Nacional, traçado pelos economistas Sulamis Dain e Eduardo Fagnani, foi o ponto de partida para a discussão entre pesquisadores e parlamentares sobre os impactos de um novo modelo fiscal para o desenvolvimento nacional e o financiamento da Saúde. O debate aconteceu durante o seminário on-line “Reforma Tributária e Financiamento da Saúde”, promovido no dia 14 de setembro pela iniciativa Brasil Saúde Amanhã, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no contexto da Estratégia Fiocruz para Agenda 2030.

Página 2 de 95
TOP