Saúde Amanhã coloca em debate visões da desigualdade no Brasil e no mundo - Saúde Amanhã

Saúde Amanhã coloca em debate visões da desigualdade no Brasil e no mundo

por / quarta-feira, 24 agosto 2022 / Categoria Notícias, Prospecção Estratégica, Todos

Encontro abre nova série de seminários, Diálogos Saúde Amanhã

A Iniciativa Saúde Amanhã iniciará, em setembro, a série de seminários Diálogos Saúde Amanhã, que articula pesquisadores de diferentes instituições para pensar sobre as principais questões da saúde pública no Brasil, buscando desenhar cenários futuros, tendo como referência um horizonte móvel de 20 anos. A série de debates levará em conta as possibilidades, as dificuldades e as necessidades do setor no esforço de contribuir para o planejamento estratégico da Saúde.

Em 5 de setembro, às 10h, será iniciada a primeira rodada de diálogos, com a mesa Desigualdades: visões do Brasil e do mundo, provocada pelo livro homônimo organizado pelos economistas Fernando Augusto Mansor de Mattos (UFF), João Hallak Neto (IBGE) e Fernando Gaiger Silveira (IPEA). O livro editado pela Hucitec conta com artigos que tratam de questões impostas hoje pela desigualdade crescente entre as classes sociais e no interior delas a diversos setores de países ricos e pobres. Apesar de divergências nos diagnósticos e nas propostas, os artigos convergem para a defesa do papel do estado no esforço de superação desse status quo, entendendo que nesse processo as políticas públicas e o financiamento delas são peças chaves.

O tema da desigualdade abre os debates de setembro por ser prioritário para as políticas públicas e cada vez mais central nas investigações das ciências sociais. A mesa contará com a participação de Mattos e de Gaiger, dois dos organizadores, como palestrantes, juntamente com a socióloga Dalia Romero (ICTIC/ FIOCRUZ) e a economista Flávia Vinhaes (CORECON-RJ), coautoras de artigos publicados no livro. Eles trarão para o debate estudos sobre desenvolvimento econômico e desigualdade regional, pobreza, trabalho e políticas de transferência de renda e desigualdade no acesso à saúde. O médico sanitarista José Carvalho de Noronha, coordenador adjunto do Saúde Amanhã, será o moderador da mesa que contará ainda com o cientista social Leonardo Castro, coordenador executivo do projeto, como debatedor. Paulo Gadelha, ex-presidente da Fiocruz e coordenador da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030, a qual o Saúde Amanhã está vinculado, fará a apresentação. O evento será realizado de forma remota e transmitido em tempo real pelo canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no YouTube.

A segunda mesa, no dia 12 de setembro, terá como tema o Gasto público e privado em saúde no Brasil: o que se pode esperar para 2040/50, e será composta pelos economistas Mirian Ribeiro (UFOP), Rudi Rocha de Castro (FGV-SP) e Rosa Maria Marques (PUC-SP), tendo Fabiola Sulpino Vieira (IPEA), e Ana Amélia Camarano (IPEA), como debatedoras. Os três pesquisadores vão trazer para o debate estudos recentes, que levam em conta o contexto da crescente participação da saúde na economia de países ricos e pobres que transforma o setor na nova despesa social a ser revisitada pelas políticas neoliberais, depois das medidas para frear os gastos previdenciários.

As outras duas mesas, a serem realizadas em 19 e 26 de setembro, com programação divulgada em breve, vão tratar da Saúde, estado e mercado: equidade e justiça redistributiva e de O produto da economia e a saúde: as contas satélite e SHA (SUS). 

TBTs:

Livro Financiamento:

Economia e financiamento do sistema de saúde no Brasil. Organização: Gadelha, Paulo; Noronha, José Carvalho de; Castro, Leonardo; Pereira, Telma Ruth. Rio de Janeiro: Edições Livres (Icict-Fiocruz), 2021.

TDs:

TD 43 – Os fluxos financeiros no financiamento e no gasto em Saúde no Brasil – Fernando Gaiger Silveira et al (2020).

TD 66 – Contratualização e remuneração de serviços de saúde no SUS: situação atual e perspectivas – Maria Angélica Borges dos Santos, Luciana Mendes Santos Servo (2021).

TD 74 – O gasto em saúde e suas bases de financiamento: dinâmica e tendências para o Brasil – Fernando Gaiger Silveira, Maria Luiza Campos Gaiger (2021).

TD 89 – Os idosos brasileiros: muito além dos 60? – Ana Amélia Camarano (2022).

TD 90 – A epidemiologia do envelhecimento: novos paradigmas? – Dália Romero, Leo Maia (2022).

Conheça os Seminários Saúde Amanhã da série “O Brasil depois da Pandemia” (2021-22).

SERVIÇO:

Mesa 1: Desigualdades: visões do Brasil e do mundo

 Data: 05/09/2022 10:00-12:00

 Moderador: José Carvalho de Noronha

 Debatedor: Leonardo Castro (FIOCRUZ)

 Palestrantes: Fernando A. M. Mattos (UFF)

                         Dalia Romero (FIOCRUZ)

                         Flavia Vinhaes (CORECON-RJ)

                         Fernando Gaiger Silveira (IPEA)

Mesa 2: Gasto público e privado em saúde no Brasil: o que se pode esperar para 2040/50

 Data: 12/09/2022 10:00-12:00

Moderador: José Carvalho de Noronha

Debatedora: Ana Amélia Camarano (IPEA)

                       Fabiola Sulpino Vieira (IPEA)

Palestrantes: Mirian Martins Ribeiro (UFOP) 

                        Rudi Rocha de Castro (FGV-SP)

                        Rosa Maria Marques (PUC-SP)

Transmissão em tempo real pelo canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no YouTube.  

*Foto: Agência Brasil

TOP