Trabalho em Saúde após a pandemia: perspectivas para o futuro

por / terça-feira, 06 julho 2021 / Categoria Notícias, Organização do Sistema, Prospecção Estratégica

As perspectivas para o trabalho em saúde após a pandemia de Covid-19 são tema do próximo seminário da iniciativa Brasil Saúde Amanhã, que acontece dia 12 de julho, das 10h ao meio-dia, com transmissão ao vivo pelo canal da VideoSaude Distribuidora da Fiocruz no YouTube. Intitulado “O Brasil depois da pandemia: transformações do trabalho em saúde”, o evento lançará três novos Textos para Discussão, que serão publicados em acesso aberto no portal Saúde Amanhã. Assista em www.saudeamanha.fiocruz.br.

No TD 63 – O futuro do trabalho: entre novidades e permanências, Henrique Amorim e Rafael Grohmann discutem a relação entre a novidade e a permanência no que se refere às transformações de cunho tecnológico, científico e gerencial que já impactam e tendencialmente impactarão o futuro do trabalho. Os autores percorrem as transformações nos processos produtivos, os conceitos de empreendedorismo e neoliberalismo, a plataformização do trabalho, a financeirização da produção e o futuro prospectivo do trabalho.

As reflexões de Francisco Eduardo Campos, Maria Helena Machado, Renato Penha de Oliveira Santos e Alexandre Oliveira Telles sobre o mercado de trabalho em saúde são apresentadas no TD 64 – Profissões e Mercado de Trabalho em Saúde: perspectivas para o futuro. Os pesquisadores descrevem as mudanças recentes na prática profissional, analisam a formação médica e a experiência do Programa Mais Médicos e discutem perspectivas para os próximos 20 anos.

De autoria de Francisco Campos, Luiz Carlos Lobo e Alysson Lemos, o TD 65 – Formação de Recursos Humanos no Século 21 aborda as mudanças na formação dos profissionais de saúdee propõe três paradigmas educacionais para a formação de recursos humanos em saúde, considerando os desafios dos tempos atuais.

Por fim, a partir de  estudos recentes do projeto “Implicações das tecnologias digitais para os sistemas de saúde”, desenvolvido pela iniciativa Brasil Saúde Amanhã com apoio da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030, Leonardo Castro problematizará os impactos da “transformação digital” sobre a organização do trabalho e a oferta de serviços na saúde.

Programação

Abertura: Paulo Gadelha
Coordenador da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030

Moderação: José Noronha
Coordenador da iniciativa Brasil Saúde Amanhã (Fiocruz)

O futuro do trabalho: entre novidades e permanências
Henrique Amorim, professor de Sociologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Profissões e Mercado de Trabalho em Saúde: perspectivas para o futuro
Maria Helena Machado, pesquisadora titular da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Recursos Humanos em Saúde (NERHUS) e do ObservaRH-Ensp.

Formação de Recursos Humanos no Século 21
Francisco Campos, pesquisador da Fiocruz Minas, especialista em Políticas de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Projeto Implicações das Tecnologias Digitais para os Sistemas de Saúde
Leonardo Castro, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz) e coordenador executivo da iniciativa Brasil Saúde Amanhã

TOP